fbpx
Origens do café

Cultura do café: tudo sobre a árvore do café

Como todos sabem, o cafeeiro dá origem aos grãos de café. Apesar de tudo, essa planta é muitas vezes esquecida, ao contrário de seu fruto, o café. Hoje, vamos dar uma olhada em suas principais características.

Um clima específico para florescer

As condições climáticas e a qualidade do solo são de fundamental importância para o bom crescimento de um cafeeiro. As melhores condições encontram-se nos trópicos, caracterizados por clima quente e úmido, alternância de chuvas abundantes e estações secas, e temperatura entre 15 e 30 ° C.

A terra onde os cafeeiros crescem deve conter nitrogênio de uma grande quantidade de húmus. A planta pode ser formada de duas maneiras diferentes:

  • semeando : escolhemos então os mais belos grãos de café que semeamos a uma profundidade de cerca de 2 cm. Após 6 a 8 semanas, as sementes emergirão do solo.
  • por estacas : pode-se plantar diretamente uma das pontas de um ramo de café. As primeiras raízes se desenvolverão após 2 semanas.

O desenvolvimento do cafeeiro

Ao final de um ano após o plantio, o cafeeiro tem uma altura de 30 a 50 cm, devendo então ser replantado. Ele não produziu seus primeiros grãos de café até três anos depois. No entanto, eles devem ser seguidos de perto para evitar qualquer doença ou incômodo para os animais.

Produção de um cafeeiro

Um cafeeiro tem vida útil de 15 a 20 anos, período durante o qual terá produzido 700 a 800 gramas de café verde por ano. Visite o nosso espaço de cultura de café se quiser saber mais!

O cafeeiro é antes de tudo uma cultura arbórea que marca a paisagem, as sociedades e as economias de muitas regiões. 

Conhecendo suas origens e suas características (clima, paisagem, qualidade do solo, etc.), as múltiplas combinações possíveis entre variedades de plantas, métodos de cultivo e processamento, etc – Todos esses fatores contribuem para a riqueza e a complexidade do produto.

FAZENDO CAFÉ EM 5 ETAPAS

ETAPA 1: A PLANTA

O cafeeiro é uma planta de folhas verdes e brilhantes, podendo atingir 5 a 12 metros de altura e expectativa de vida de 25 a 50 anos. O cultivo do café requer solo fértil, rico em minerais, além de clima quente e úmido. O cafeeiro, portanto, se expressa com plenitude em solos vulcânicos. Existem 70 espécies de cafeeiros registradas, mas apenas 2 são de interesse comercial: Robusta (Coffea canephora) e Arábica (Coffea arabica).

O Robusta é cultivado em planícies, em regiões de clima tropical quente e úmido (florestas tropicais no sul da África, na Índia, etc.). Crescendo na natureza, a planta é muito resistente e produz sementes que contêm duas vezes mais cafeína que as do Arábica. Por isso, oferece cafés bem encorpados e sem destaque para seu aroma.

Arábica é a variedade de café mais cultivada e comercializada no mundo. O cafeeiro arábica, por suas exigências ecológicas, é o cafeeiro das terras altas, que dependendo da latitude e das condições climáticas locais, cresce entre 600 e 2.000 metros. 

Mais alto colidirá com geadas e temperatura insuficiente para o amadurecimento das cerejas. Mais baixo, sofrerá com temperaturas excessivamente altas, mais adequadas para o Robusta.


Nativo da Etiópia, é cultivado principalmente na América Latina, mas também em alguns países da África Oriental e da Ásia. As plantações de variedades arábicas são encontradas em áreas sombreadas e dão poucos frutos. Tradicionalmente, os produtores mantêm a sombra para proteger as plantas do excesso de luz, mas também do risco de geadas.


Em pleno sol, algumas variedades podem ter um rendimento muito alto, mas este método de cultivo requer o uso pesado de fertilizantes e pesticidas e a prática de poda regular. Com uma maturação lenta, o Arábica desenvolve qualidades superiores às do Robusta: caracteriza-se pela sua delicadeza e complexidade aromática. Não existem menos de 900 aromas diferentes para essa variedade de café.

ETAPA 2: TEMPORADA DE CEREJA

Os frutos do cafeeiro são conhecidos como cerejas, que se formam depois que a árvore floresce. 30.000 flores brancas cobrem a árvore na época da floração e se transformam em frutos após 24 a 36 horas. Estas cerejas mudam de amarelo para laranja e depois para vermelho brilhante quando atingem a maturidade, 6 a 8 meses após a floração.

A cereja é composta por:

  • uma casca vermelha
  • a polpa da fruta
  • um filme chamado pergaminho, envolvendo a semente
  • um segundo filme chamado de prata,
  • do feijão, que é na verdade a semente

ETAPA 3: ESCOLHA

Os frutos devem ser colhidos quando maduros, de cor vermelha escura. Na mesma árvore, a maturação das cerejas não é simultânea. Os produtores devem passar pelas plantações várias vezes pelo método tradicional, conhecido como “colheita”. A colheita pode ser feita de acordo com 2 métodos: “picking” ou “descascamento”.

“Descascamento”: quando os frutos amadurecem, os cachos inteiros são descascados, manualmente ou por meio de máquinas. Os galhos são sacudidos, os frutos caem e são apanhados. Esse método é o mais rápido, mas o menos qualitativo, pois os frutos, em contato com o solo, correm o risco de serem contaminados por bactérias e, portanto, danificados.

“Picking”: optamos por esta técnica que oferece, de longe, os melhores resultados e que geralmente se aplica ao Arábica tratado por via úmida. Para colher apenas as cerejas vermelhas, que atingiram a maturidade, é necessário fazer 3 a 5 passagens de colheita. É um trabalho longo e mais exigente para os colhedores, mas necessário para realizar a polpação e obter um grão de ótima qualidade.

ETAPA 4: DA COLHEITA AO CAFÉ VERDE

Após a colheita das cerejas vermelhas, inicia-se um longo processo de transformação que resultará em um café verde pronto para ser ensacado e enviado para as etapas de torrefação. Esta jornada exige rigor na escolha das cerejas, no seu processamento e no controle de qualidade em todas as etapas.

Existem 2 formas de processar o café.

PROCESSAMENTO ÚMIDO

Este processo requer investimento em equipamentos adequados e grande conhecimento técnico. A qualidade do sabor dos cafés depende disso. Ocorre em 4 fases:

  • A flutuação consiste em mergulhar as cerejas num tanque cheio de água para retirar os frutos com defeitos (falta de maturação, incidência de insetos, etc.). Devido à sua menor densidade, esses frutos flutuam na superfície da água.
  • A polpação é o método de remoção mecânica da polpa que envolve os grãos, usando um despolpador. A operação pode ser feita em nível de plantador ou em centros de tratamento coletivo, capazes de trabalhar de várias centenas de quilos a várias centenas de toneladas de cerejas por dia. As máquinas utilizadas para esta operação podem ser operadas manualmente ou por meio de pequenos motores elétricos ou térmicos.
  • Fermentação: os grãos úmidos são então armazenados em tanques, debaixo d’água ou secos, por 12 a 36 horas, dependendo da temperatura. Esta etapa de fermentação permite que a mucilagem (uma parede externa do grão) se decomponha. Algumas máquinas podem realizar a “desgomagem” mecanicamente, após a polpação. Mas a operação de fermentação tem a vantagem de conferir aos grãos certos atributos aromáticos.
  • Lavagem: operação que consiste em mergulhar o café fermentado em água para extrair os resíduos da decomposição da mucilagem. Geralmente é realizada em canais construídos ao longo de uma pequena inclinação que permitem a circulação da água, enquanto o grão é mexido pelos produtores. Este método também permite selecionar os grãos de acordo com sua densidade.


Aqueles de qualidade melhor e mais densa seguem o fluxo mais lentamente. Os métodos convencionais de tratamento úmido consomem muita água e a concentração de açúcar e celulose nos resíduos é particularmente poluente. Por isso, cuidado especial deve ser tomado na reciclagem das polpas (na forma de composto) e no tratamento da água de lavagem (chamada mel), que devem ser absolutamente evitados nos cursos de água.

Esses são aspectos que são monitorados principalmente por agências de certificação orgânica. Os sistemas de tratamento de águas residuais mais baratos para os produtores consistem na construção de vários poços de decantação e absorção de resíduos tóxicos. Um primeiro “poço filtrante” pode, por exemplo, ser preenchido com pedras porosas (tipo pedra-pomes), sendo a água direcionada para um segundo poço de sedimentação ou, na melhor das hipóteses, para um tanque rodeado de plantas tolerantes a este gênero. e capaz de usá-los para sua alimentação.

  • Secagem: depois de lavado, na forma de pergaminho úmido, o grão é seco em racks ou lajes de concreto. Uma vez seco, atinge uma certa estabilidade permitindo que seja transportado e possivelmente comercializado.

PROCESSAMENTO A SECO

Esta é a técnica mais simples, usada para a maioria dos Robusta e alguns Arábica. As cerejas são expostas ao sol durante 3 a 4 semanas, em prateleiras ou zonas de secagem. Os produtores virão e mexerão regularmente para que toda a superfície se beneficie do calor, até que a polpa seque e se transforme em uma espécie de casca.

ETAPA 5: EMBALAGEM PÓS-COLHEITA

Esta etapa consiste em retirar a última película do grão de café (o pergaminho) antes de ser encontrado na sua forma exportável: o grão verde. Também consiste em separar o grão, de acordo com sua densidade, tamanho e aparência física (cor, forma, etc.), antes de embalá-lo em sacos de exportação (de 60 a 70 kg).

O acondicionamento é feito de acordo com o tipo de qualidade exigida pelos compradores (podem ser tolerados mais ou menos defeitos) e por isso requer um bom conhecimento do mercado. Além disso, requer equipamentos relativamente caros, que só podem ser amortizados com o tratamento de um mínimo de volumes.

Por todas essas razões, em muitos países, os cafeicultores vendem o café em pergaminho seco ou em forma de casca (dependendo da rota de processamento pós-colheita escolhida) e essa etapa final de processamento é realizada por comerciantes ou exportadores.

Essa fase representa parte significativa do valor adicionado do produto exportado (20 a 35% dependendo do país). Controlá-la, portanto, representa uma importante aposta na cadeia de produção, em particular para as organizações de produtores.

Nossos cafés são acompanhados por todas essas etapas, por isso podemos garantir o melhor café Arábica para você em nossa loja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.