fbpx
Origens do café

As diferentes variedades de café arábica

Descobrimos as diferentes variedades de café que existem e algumas informações incríveis sobre essas fontes de bebidas estimulantes!

Conhecemos as variedades emblemáticas de café: arábica e robusta. São os mais conhecidos nas nossas xícaras, e os outros parecem-nos tão raros, tão únicos, nunca vistos

Em uma xícara, temos muito mais do que um simples Arábica. O Arábica é, digamos, uma variedade mãe que dará a possibilidade de se desenvolverem pequenas variedades: bourbon, caturra, catuai… Sim, sim, é a realidade. Infelizmente e felizmente, para facilitar ao consumidor, apenas 2 “variedades” são conhecidas: Arábica e Robusta, uma por sua alta acidez, outra por seu amargor perfeitamente proporcionado para uma mistura.

Arábica é composta por 800 aromas diferentes. Você sabia disso?

Arábica ou Coffea Arábica é cultivada sob variedades como:

  • Blue Montain. Variedade produzida somente nas montanhas azuis da Jamaica, é um café de alta qualidade com um preço extremamente caro por sua raridade.
  • Café Bourbon: Café com formato cônico, cerejas pontiagudas, grãos verdes mais alongados e menos redondos, a produção de café não é muito importante porque a árvore em questão não é composta por uma alta produtividade de café.
  • Café Caturra: Esta é uma mutação do café Bourbon.
  • Café JAVA: Produzido principalmente na Indonésia, na ilha de Java, é um café excepcional caro e muito apreciado.
  • Maragogipe: Os cafés de Maragogipe são muito maiores do que os grãos de café padrão. Estamos falando de quase o triplo do tamanho. O Maragogipe geralmente é muito perfumado ao ser moído. Este café, descoberto pela primeira vez no Brasil, leva o nome deste país para todos os cantos do mundo.
  • Café da Libéria: originário de Monróvia, a espécie da Libéria é produzida na África Ocidental e produz grãos grandes. O café da Libéria é usado principalmente para preparar café solúvel, café instantâneo. Interessante, não é?
  • Catuai: É um cruzamento entre o café caturra e o mondo novo conhecido no Brasil na década de 1940, especialmente desenvolvido para ser resistente a doenças.
  • Maracaturra: Um cruzamento entre Maragogipe e caturra, este café oferece aromas complexos e sabores excepcionais.

E você, dentre essas variedades, qual conhece? Você já provou? O que você achou?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.